Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD)

O IDD é um indicador de qualidade que busca mensurar o valor agregado pelo curso ao desenvolvimento dos estudantes concluintes, considerando seus desempenhos no Enade e no Enem, como medida proxy (aproximação) das suas características de desenvolvimento ao ingressar no curso de graduação avaliado.

Para que um curso tenha o IDD calculado, é preciso que ele atenda às seguintes condições:

a) Possuir no mínimo 2 (dois) estudantes concluintes participantes do Enade com dados recuperados da base de dados do Enem no período entre o ano de ingresso no curso avaliado e os 3 (três) anos anteriores;

b) Atingir 20% (vinte por cento) do total de estudantes concluintes participantes do Enade com dados recuperados da base de dados do Enem.

Desde 2014, o cálculo do IDD ocorre para cada indivíduo que tenha participado do Enade e do Enem, recuperando-se os resultados do mesmo estudante nos dois exames a partir do número do CPF.

O IDD também mantém relação direta com o Ciclo Avaliativo do Enade, sendo os cursos avaliados segundo as áreas de avaliação a ele vinculadas. O Ciclo Avaliativo do Enade foi definido pelo art. 33. Da Portaria nº 40, de 12 de dezembro de 2007, republicada em 2010. Ele compreende a avaliação periódica cursos de graduação, com referência nos resultados trienais de desempenho de estudantes.

As áreas e eixos tecnológicos de cada ano do ciclo são os seguintes:

  • Áreas - Bacharelados e Licenciaturas
    Ano I - Saúde, Ciências Agrárias e áreas afins (2016);
    Ano II - Ciências Exatas, Licenciaturas e áreas afins (2017);
    Ano III - Ciências Sociais Aplicadas, Ciências Humanas e áreas afins (2018).
  • Eixos Tecnológicos
    Ano I -  Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, Recursos Naturais, Militar e Segurança (2016);
    Ano II - Controle e Processos Industriais, Informação e Comunicação, Infraestrutura, Produção Industrial (2017);
    Ano III  - Gestão e Negócios, Apoio Escolar, Hospitalidade e Lazer, Produção Cultural e Design (2018).

Esse indicador é calculado desde a primeira edição do Enade, em 2004, como componente do Conceito Preliminar de Curso (CPC). Em 2016, voltou a ser divulgado no Sistema e-MEC, vinculado ao mesmo código de curso em que os estudantes concluintes foram inscritos nos Enade.

Para um entendimento detalhado de como o cálculo do IDD é realizado, consulte a Nota Técnica específica do IDD de 2016 ou as Notas Técnicas do CPC referentes a anos anteriores.

Resultados do IDD

Página atualizada em: 1 setembro 2017