Como entender os resultados do SAEB/Prova Brasil
Prova Brasil e Saeb 
08 de Junho de 2012

Publicador de ativo Publicador de ativo

Como entender os resultados do SAEB/Prova Brasil

Os resultados preliminares do SAEB/Prova Brasil 2011, publicados no sítio eletrônico do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) na última segunda-feira (4 de junho), apresentam aos gestores escolares – únicos que têm acesso aos resultados – os dados iniciais levantados pela avaliação. O Diário Oficial da União informou, pela Portaria nº 152/2012, os procedimentos que escolas e redes de ensino devem seguir para conhecer os resultados preliminares e, caso queiram, interpor recurso junto ao Inep.

Para interpretar os resultados do SAEB/Prova Brasil 2011, é preciso observar o desempenho da escola, município ou estado na Escala de Proficiência do SAEB, disponível em http://portal.inep.gov.br/web/prova-brasil-e-saeb/escalas-da-prova-brasil-e-saeb1. A escala utilizada pelo SAEB/Prova Brasil é diferenciada e os resultados são apresentados na forma de uma média de proficiência, também chamada de média de desempenho.

As duas disciplinas que compõem a avaliação – Língua Portuguesa e Matemática – são basilares para o aprendizado. A Escala do SAEB está, assim, organizada por essas duas áreas de conhecimento e por etapa avaliada. Para entender a Escala e saber em que nível se encontra o conjunto de alunos avaliados de determinada escola ou rede, o primeiro passo é dispor da média de proficiência. 

A Escala de Língua Portuguesa possui 10 níveis e a de Matemática, 13. 

Veja um exemplo: 

Se a proficiência da escola em Língua Portuguesa foi 240, isso significa que os alunos estão no Nível 4 da Escala e, além das habilidades dos níveis 0 a 3 (localizar informação, identificar o tema, etc.), esses alunos do 5º e 9º anos (4ª. e 8ª. séries) também são capazes de:

  • identificar o efeito de sentido decorrente do uso da pontuação (reticências);
  • inferir a finalidade do texto;
  • distinguir um fato da opinião relativa a este fato, numa narrativa com narrador personagem;
  • distinguir o sentido metafórico do literal de uma expressão;
  • reconhecer efeitos de ironia ou humor em textos variados;
  • identificar a relação lógico-discursiva marcada por locução adverbial ou conjunção comparativa;
  • interpretar texto com apoio de material gráfico;
  • localizar a informação principal.

Os alunos do 9º ano, neste nível, ainda:

  • inferem o sentido de uma palavra ou expressão;
  • estabelecem relação causa/consequência entre partes e elementos do texto;
  • identificam o tema de textos narrativos, argumentativos e poéticos de conteúdo complexo;
  • identificam a tese e os argumentos que a defendem em textos argumentativos;
  • reconhecem o efeito de sentido decorrente da escolha de uma determinada 
  • palavra ou expressão.

No caso de Matemática, se a escola tiver obtido média de desempenho de 224,5, isso significa que os alunos de 5º e 9º anos (4ª e 8ª séries) do ensino fundamental estão no nível 4 da Escala e conseguem:

  • ler informações e dados apresentados em tabela;
  • reconhecer a regra de formação de uma sequência numérica e dar continuidade a ela;
  • resolver problemas envolvendo subtração, estabelecendo relação entre diferentes unidades monetárias;
  • resolver situação-problema envolvendo:
  • a ideia de porcentagem;
  • diferentes significados da adição e subtração;
  • adição de números racionais na forma decimal;
  • identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos redondos, relacionando figuras tridimensionais com suas planificações.

Desse modo, com base na Escala, é possível observar as habilidades agregadas pelo conjunto de estudantes da escola ou da rede municipal ou estadual, no decorrer da trajetória escolar. Até o dia 13 de junho, os gestores podem conhecer, analisar e, nos casos cabíveis, solicitar eventuais correções ao Inep, por meio de recurso.

Somente depois de analisados os recursos, os resultados finais serão disponibilizados para consultas externas, e irão compor o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Para acesso aos resultados preliminares é necessário utilizar login e senha do Educacenso, no sistema http://sistemasprovabrasil2.inep.gov.br/resultados/.

Assessoria de Comunicação do Inep