Voltar

Indicador de Nível Socioeconômico dos Inscritos no Enem - Concepção, Metodologia e Resultados

Indicador de Nível Socioeconômico dos Inscritos no Enem - Concepção, Metodologia e Resultados (Versão 1.0)

Miniatura Uploads feitos por Daniel Fonseca e Caixeta, 12/12/19 11:39
Medidas de nível socioeconômico familiar são indicadores contextuais de suma importância para a investigação das desigualdades de acesso, trajetória e aprendizagem dos estudantes. Com o intuito de subsidiar esse debate, o objetivo deste texto é apresentar a concepção, metodologia e resultados de um indicador de nível socioeconômico dos inscritos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), procurando detalhar o referencial teórico, o processo criativo e os procedimentos técnico-metodológicos para a geração de uma medida sintética da posição social dos indivíduos. Para tanto, são utilizadas as bases de dados dos inscritos do Enem entre 2011 e 2017 para a construção de um indicador que sintetiza informações de renda familiar e escolaridade parental, por meio do modelo de respostas graduais da Teoria de Resposta ao Item (TRI). Em seguida, o texto explora um conjunto de validações do indicador, além de exemplificar potenciais aplicações e limitações. Sabendo que a construção de medidas numéricas em ciências sociais requer a explicitação dos esquemas teóricos e conceituais que informam a análise, o texto estará especialmente interessado na articulação entre um plano teórico-abstrato e outro operacional-empírico para o estudo da estratificação social e da desigualdade educacional.
Publicação: Séries Séries » Textos para Discussão Publicações em destaque
1 de 72

Versão 1.0

Última atualização por Daniel Fonseca e Caixeta
12/12/19 11:39
Estado: Aprovado
Medidas de nível socioeconômico familiar são indicadores contextuais de suma importância para a investigação das desigualdades de acesso, trajetória e aprendizagem dos estudantes. Com o intuito de subsidiar esse debate, o objetivo deste texto é apresentar a concepção, metodologia e resultados de um indicador de nível socioeconômico dos inscritos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), procurando detalhar o referencial teórico, o processo criativo e os procedimentos técnico-metodológicos para a geração de uma medida sintética da posição social dos indivíduos. Para tanto, são utilizadas as bases de dados dos inscritos do Enem entre 2011 e 2017 para a construção de um indicador que sintetiza informações de renda familiar e escolaridade parental, por meio do modelo de respostas graduais da Teoria de Resposta ao Item (TRI). Em seguida, o texto explora um conjunto de validações do indicador, além de exemplificar potenciais aplicações e limitações. Sabendo que a construção de medidas numéricas em ciências sociais requer a explicitação dos esquemas teóricos e conceituais que informam a análise, o texto estará especialmente interessado na articulação entre um plano teórico-abstrato e outro operacional-empírico para o estudo da estratificação social e da desigualdade educacional.
Baixar (3,8MB) Get
Histórico da versão
Versão Data Tamanho  
1.0 1 Mês atrás 3,8MB

Publicações mais Recentes

AS ESTATÍSTICAS DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA - SILÊNCIOS ENTRE OS NÚMEROS DA FORMAÇÃO DE TRABALHADORES ›

A Educação Profissional e Tecnológica (EPT) tem ocupado um lugar proeminente na agenda educacional brasileira. Um conjunto de políticas promovidas pelo Ministério da Educação (MEC) correspondeu à existência de uma expressiva ...

Literatura para crianças e jovens - temas contemporâneos ›

Na Europa do século 19, a criança era considerada um ser frágil e, nas obras literárias produzidas para ela, prevaleciam intenções morais, didáticas e pedagógicas. No século 20, a criança passa ...

REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS PEDAGÓGICOS (RBEP) - NUM 256 ›

É com grande satisfação que a Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos (RBEP) publica o número 256 e, com ele, arremata seu 100º volume. Fruto da responsabilidade e do empenho de suas ...