Voltar

Manual para Classificação dos Cursos de Graduação e Sequenciais - Cine Brasil 2018

Manual para Classificação dos Cursos de Graduação e Sequenciais - Cine Brasil 2018 (Versão 1.2)

Miniatura Uploads feitos por Daniel Fonseca e Caixeta, 27/05/19 09:05
O Manual para Classificação dos Cursos de Graduação e Sequenciais apresenta a estrutura da Classificação Internacional Normalizada da Educação adaptada em 2018 para os cursos de graduação e sequenciais do Brasil (Cine Brasil 2018) e os procedimentos para classificá-los, tendo como objetivo orientar as instituições de educação superior (IES) a realizarem a classificação adequada de seus cursos. Para a elaboração da Cine Brasil 2018, adotou-se a metodologia estabelecida para a International Standard Classification of Education – Fields of Education and Training (Isced-F 2013), produzida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), com adequações à realidade educacional brasileira. Considerou-se, ainda, a versão 2000 da Cine Brasil, até então adotada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mas que se tornou desatualizada, por não contemplar alterações das normas da educação superior no país decorrentes da transformação e expansão desse nível de ensino. Ao propor a Isced, a Unesco tem como um de seus objetivos orientar a compilação e a análise de estatísticas educacionais em níveis nacional e internacional, de modo a fornecer informações e indicadores que permitam comparar e analisar realidades educacionais e orientar o planejamento e avaliação das políticas na área. As necessidades de comparabilidade internacional e de adequação ao contexto da educação superior brasileira são refletidas na Cine Brasil 2018, tanto em sua metodologia de elaboração quanto na classificação de cursos. Recomenda-se a leitura deste manual, com vistas a conhecer a estrutura de organização dos níveis de classificação de um curso de graduação ou sequencial e o princípio básico que a rege, as definições de áreas e os cinco fluxogramas de orientação do processo de classificação.
Publicação: Institucionais Institucionais » Avaliação da Educação Superior Publicações em destaque
1 de 166

Versão 1.2

Última atualização por Daniel Fonseca e Caixeta
27/05/19 09:12
Estado: Aprovado
O Manual para Classificação dos Cursos de Graduação e Sequenciais apresenta a estrutura da Classificação Internacional Normalizada da Educação adaptada em 2018 para os cursos de graduação e sequenciais do Brasil (Cine Brasil 2018) e os procedimentos para classificá-los, tendo como objetivo orientar as instituições de educação superior (IES) a realizarem a classificação adequada de seus cursos. Para a elaboração da Cine Brasil 2018, adotou-se a metodologia estabelecida para a International Standard Classification of Education – Fields of Education and Training (Isced-F 2013), produzida pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), com adequações à realidade educacional brasileira. Considerou-se, ainda, a versão 2000 da Cine Brasil, até então adotada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mas que se tornou desatualizada, por não contemplar alterações das normas da educação superior no país decorrentes da transformação e expansão desse nível de ensino. Ao propor a Isced, a Unesco tem como um de seus objetivos orientar a compilação e a análise de estatísticas educacionais em níveis nacional e internacional, de modo a fornecer informações e indicadores que permitam comparar e analisar realidades educacionais e orientar o planejamento e avaliação das políticas na área. As necessidades de comparabilidade internacional e de adequação ao contexto da educação superior brasileira são refletidas na Cine Brasil 2018, tanto em sua metodologia de elaboração quanto na classificação de cursos. Recomenda-se a leitura deste manual, com vistas a conhecer a estrutura de organização dos níveis de classificação de um curso de graduação ou sequencial e o princípio básico que a rege, as definições de áreas e os cinco fluxogramas de orientação do processo de classificação.
Baixar (1,9MB) Get
Histórico da versão
Versão Data Tamanho  
1.2 19 Dias atrás 1,9MB
1.1 19 Dias atrás 1,9MB
1.0 19 Dias atrás 1,9MB

Publicações mais Recentes

Planos de carreira de professores dos estados e do Distrito Federal em perspectiva comparada 2019 ›

Este artigo apresenta um estudo comparativo entre os planos de carreira dos professores da educação básica em 27 unidades federativas (UFs) do Brasil. Inicialmente, é apresentada a especificação do conceito de ...