Enade 19 de Maio de 2017

Seminário Enade terá transmissão ao vivo para atender todas as IES brasileiras

Instituições de Ensino Superior (IES) de todo o país poderão acompanhar o Seminário Enade por meio de um link de transmissão ao vivo no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O seminário será realizado em 1º de junho no auditório do Inep, em Brasília. As 220 vagas disponibilizadas esgotaram-se no primeiro dia de inscrição e as IES tiveram a oportunidade de inscrever um pesquisador institucional como representante.

A iniciativa da Diretoria de Avaliação Superior (Daes) de fazer uma transmissão ao vivo tem como objetivo permitir que as mais de 2.390 Instituições de Educação Superior distribuídas pelo país possam acompanhar o seminário. O encontro, realizado todos os anos, debate temas voltados para os cursos que serão avaliados no Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) em cada edição. O objetivo do evento é explicar os aspectos operacionais de inscrição e aplicação do exame aos Procuradores Institucionais (PI) e coordenadores de curso de todas as Instituições de Ensino Superior (IES).

Enade 2017 – Nesta edição, com aplicação em 26 de novembro, o Enade vai avaliar aos estudantes dos cursos que conferem diploma de bacharel nas áreas de: Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Computação, Engenharia de Controle e Automação, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Engenharia Florestal, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia e Sistemas de Informação; dos cursos que conferem diploma de bacharel e licenciatura nas áreas de Ciência da Computação, Ciências Biológicas, Ciências Sociais, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras-Português, Matemática e Química; dos cursos que conferem diploma de licenciatura nas áreas de Artes Visuais, Educação Física, Letras-Português e Espanhol, Letras-Português e Inglês, Letras-Inglês, Música e Pedagogia; e dos cursos que conferem diploma de tecnólogo nas áreas de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão da Produção Industrial, Redes de Computadores e Gestão da Tecnologia da Informação.