Celpe-Bras 18 de Maio de 2018

Publicado edital do Celpe-Bras 2018

O edital do exame para obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) 2018 foi publicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta sexta-feira, 18 de maio, no Diário Oficial da União (DOU). Em 2018, o Exame será realizado em edição única, com provas entre 1º e 5 de outubro. O Celpe-Bras é destinado a estrangeiros e brasileiros, residentes no Brasil ou no exterior, cuja língua materna não é a Língua Portuguesa.

As inscrições poderão ser realizadas entre 18 de junho e 13 de julho, de acordo com o limite de vagas de cada Posto Aplicador, exclusivamente pelo endereço celpebras.inep.gov.br/inscricao.

Ao todo serão 28 postos no Brasil e 59 postos no exterior. A relação de onde haverá aplicação das provas e o limite de inscritos em cada Posto Aplicador é um anexo do edital, mas também pode ser acessada no Portal do Inep. Caso o Posto Aplicador atinja o limite de vagas disponibilizadas, o sistema bloqueará novas inscrições. O participante não pode realizar o Exame em posto diferente do que escolheu na inscrição.

Para fazer a inscrição, o participante deverá informar o número de passaporte ou documento de identificação válido no país de realização do Exame, além de criar uma senha. Após o preenchimento dos dados solicitados, deverá pagar a taxa de inscrição de acordo com as orientações do Posto Aplicador escolhido na inscrição. O comprovante deve ser entregue ao mesmo Posto Aplicador, conforme suas orientações, até 18 de julho. O valor da taxa de inscrição é estabelecido pelo Posto Aplicador, sendo de, no máximo, R$ 200 para Postos Aplicadores credenciados no Brasil; e de USD 100 para os Postos Aplicadores credenciados no exterior.

As inscrições só serão confirmadas a partir do comprovante de pagamento, exceto nos postos que oferecem o Exame gratuitamente. O período de homologação das inscrições será de 18 de junho a 23 de julho de 2018, sendo de total responsabilidade do Posto Aplicador. Para verificar a situação da sua inscrição, o participante deverá acompanhá-la na página celpebras.inep.gov.br/inscricao. Após a homologação, o Posto Aplicador realizará o agendamento do dia e horário para a realização da Parte Oral.

Atendimento – Os Postos Aplicadores credenciados no Brasil e no exterior vão assegurar atendimento especializado e específico ao participante que solicitar e comprovar necessidade durante a inscrição. Haverá atendimento especializado para pessoas com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva, surdez, deficiência intelectual (mental), surdocegueira, dislexia, déficit de atenção, autismo e/ou discalculia. Já o atendimento específico é garantido a gestante, lactante, idoso e/ou pessoa com outra condição específica.

Também na inscrição deve ser solicitado o auxílio ou o recurso necessário. As opções são prova em braile, prova com fonte ampliada, prova com fonte super ampliada, sala de fácil acesso, mesa e cadeira sem braço, e/ou mesa para cadeira de rodas. O participante que solicitar esses tipos de atendimento deve dispor de documento que comprove a condição que motiva a solicitação.

Estrutura do Exame – O Celpe-Bras é composto de Parte Escrita e Parte Oral. A Parte Escrita, que será aplicada a todos os participantes na manhã de 1º de outubro, tem quatro tarefas de produção textual que abrangem mais de um componente ou habilidade de uso da Língua Portuguesa e que exigem do participante registro escrito em Língua Portuguesa, a partir de insumos diversificados (vídeo, áudio e texto escrito). A Parte Escrita tem duração de três horas. A Parte Oral, que será agendada entre a tarde do dia 1º até 5 de outubro, consiste em uma interação face a face entre o participante e o avaliador-interlocutor, com duração de 20 minutos. A interação consiste em uma conversa planejada a partir das informações registradas pelo participante na inscrição e em três momentos de conversas sobre textos de variados gêneros que mesclam linguagem verbal e não verbal, denominadas Elementos Provocadores. A Parte Oral é gravada em áudio para segurança do processo.

Para obter a certificação de proficiência em Língua Portuguesa o participante deverá alcançar, pelo menos, o nível intermediário nas duas Partes do Exame. Caso seu desempenho seja diferente nas duas partes, prevalecerá o menor resultado. De acordo com a pontuação obtida, o participante será classificado nos seguintes níveis de proficiência:

Nível

Pontuação

Avançado Superior

4,26 a 5,00

Avançado

3,51 a 4,25

Intermediário Superior

2,76 a 3,50

Intermediário

2,00 a 2,75

Sem Certificação

0,00 a 1,99


Clique aqui para acessar o edital