Sinaes 21 de Fevereiro de 2017

Inep capacita novos docentes para o Banco de Avaliadores do Sinaes (BASis)

Cerca de 100 docentes da Educação Superior com atuação em Brasília passam por uma capacitação presencial nesta terça e quarta-feira, 21 e 22, na sede do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O objetivo é preparar novos membros para as avaliações dos cursos de graduação realizadas, sistematicamente, pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes).

A capacitação foi aberta pela presidente do Inep, Maria Inês Fini (por vídeo-conferência); pelo Secretário de Educação Superior (Sesu) do Ministério da Educação (MEC), Paulo Barone – que também falou sobre a realidade do ensino superior no Brasil; pelo diretor de Avaliação da Educação Superior do Inep, Rui Barbosa de Brito Júnior; e pela coordenadora-geral de Avaliação de Cursos de Graduação e Instituições de Educação Superior (CGACGIES) do Inep, Sueli Macedo Silveira. O chefe de gabinete da Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres), Rubens de Oliveira Martins falou sobre os aspectos regulatórios da avaliação.

O Inep tem trabalhado para renovar e aumentar o Banco de Avaliadores do Sinaes (BASis), que hoje conta com 4.011 mil avaliadores credenciados capacitados. Os planos são de colocar de 1.600 a 3 mil novos avaliadores no BASis até dezembro de 2017. Ao longo do ano também serão realizadas outras capacitações à distância. Só podem atuar como avaliadores aqueles que passarem pelas capacitações e comprovarem domínio dos instrumentos de avaliação dos cursos de graduação.

A avaliação ocorre a partir de visitas in loco aos cursos e instituições públicas e privadas, para verificação das condições de ensino. O Sinaes prevê-se que as avaliações ocorram periodicamente. Nestes dois dias estão sendo capacitados avaliadores das áreas de Terapia Ocupacional, Fisioterapia, Enfermagem, Pedagogia, Química, Geografia e engenharias, entre outros.

O Inep conduz todo o sistema de avaliação de cursos superiores no país, produzindo indicadores, o Conceito Institucional (CI), o Conceito de Curso (CC), além de um sistema de informações que subsidia tanto o processo de regulamentação, exercido pelo MEC, como garante transparência dos dados sobre qualidade da educação superior a toda sociedade.