Enem 06 de Maio de 2020

Inep participa de reunião com o Consed sobre o Enem 2020

As principais questões levantadas pelos integrantes do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) a respeito da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foram respondidas nesta manhã, 6 de maio. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foi representado pelo diretor de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais, Camilo Mussi, que explicou como está a preparação para o exame deste ano, diante do cenário de isolamento social provocado pela pandemia do novo coronavírus (COVID-19). “O instituto reconhece as dificuldades da conjuntura e trabalha para superá-las, com diálogo aberto aos parceiros envolvidos nas questões educacionais”, declarou Mussi.

Na reunião, ocorrida por videoconferência, os participantes mostraram preocupação em relação a eventuais dificuldades de estudantes em se inscrever para o exame, em função do fechamento das escolas devido à pandemia. O diretor do Inep se comprometeu a manter os membros do Consed informados sobre o andamento do processo. “O Inep pode enviar um relatório diário para os representantes dos estados e do Distrito Federal sobre o número de inscritos por município”, afirmou Mussi. “Dessa forma, será possível que as redes de ensino acompanhem se os estudantes concluintes do ensino médio têm efetivado o acesso ao sistema de inscrição”, acrescentou. Os relatórios serão enviados a partir de terça-feira, 12 de maio, um dia após o início do prazo para as inscrições do Enem 2020.

A principal inovação desta edição do exame é a versão digital das provas, que vai ocorrer em aplicação-piloto nos dias 22 e 29 de novembro. Diante da dúvida dos integrantes do Consed, se haveria dispositivos eletrônicos com acesso à internet disponíveis nas escolas e suficientes para a realização do Enem, Mussi explicou que “os estabelecimentos de ensino poderão se cadastrar e depois serem credenciados para sediar as provas pelo consórcio-aplicador contratado”. O credenciamento depende de as unidades educacionais atenderem a uma série de requisitos que garanta a realização das provas digitais, como ter um mínimo de computadores disponíveis, de acordo com o diretor.

A presidente do Consed, Cecilia Motta, ressaltou a disposição para o diálogo e a objetividade do representante do Inep. “Vamos manter a troca de informações”, declarou Motta, que é a atual secretária de Educação do estado de Mato Grosso do Sul.

Poderão participar do Enem Digital pouco mais de 100 mil interessados que optarem pelo modelo e se inscreverem primeiro para a aplicação-piloto, que irá acontecer em todos os estados e no Distrito Federal. Quem fizer inscrição na versão digital não poderá fazer a troca para o modelo em papel e vice-versa. As provas do Enem impresso ocorrem nos dias 1º e 8 de novembro. O prazo para as inscrições abre na segunda-feira, 11, e irá até 22 de maio. Todos os participantes que se enquadram nos requisitos descritos nos editais para obter a isenção da taxa de inscrição terão a gratuidade garantida no momento em que se inscreverem para o exame.

Leia os editais do Enem 2020

Saiba mais sobre o Enem