Enem 08 de Agosto de 2019

Preparação para o exame inclui conhecer as ações que eliminam o participante

A menos de 90 dias para a realização das provas, dedicar-se a uma rotina de estudos faz parte da preparação dos inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. Porém, outras atitudes exigem atenção do participante, e uma das mais importantes é estar atento às condutas que podem levar à eliminação na prova.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do Enem, chama a atenção para a leitura cuidadosa do edital. É nele que se encontram as regras e os procedimentos que todos devem seguir nos dias de prestar o exame. O item 16 descreve 23 atitudes que eliminam o candidato. A primeira delas é fazer declarações falsas ou inexatas em qualquer documento ou no sistema de inscrição.

Proibições – As regras dentro do local do exame são simples, mas essenciais para garantir a participação no Enem. O inscrito não pode causar qualquer perturbação no local de aplicação da prova, o que envolve, por exemplo, comunicar-se verbalmente com qualquer pessoa que não seja o fiscal ou aplicador da prova. A regra vale a partir das 13h (horário de Brasília), quando, impreterivelmente, serão fechados os portões dos locais de exame.

Não é possível utilizar livros, notas, papéis ou outros impressos durante a prova. Sair da sala somente será autorizado com acompanhamento de um fiscal, como no caso de ir ao banheiro. Deixar a sala antes de decorridas duas horas do início do exame também elimina o participante. É proibido, ainda, deixar o local com o Cartão-Resposta, a Folha de Redação e a Folha de Rascunho. O Caderno de Questões só poderá ser levado pelo candidato que sair em definitivo da sala nos 30 minutos que antecedem o término das provas.

Eletrônicos – A anotação nas folhas de provas, entregues pela equipe de aplicação do exame, só pode ser iniciada depois da autorização do aplicador. Ninguém pode se recusar a ser submetido à revista eletrônica, à coleta de dado biométrico e a ter seus objetos revistados eletronicamente. Somente a caneta esferográfica preta de tubo transparente é permitida na sala de prova. Se o participante for flagrado com lápis, caneta de material não transparente, manuais, impressos, anotações ou quaisquer outros dispositivos eletrônicos, ele será eliminado.

Celular – O aparelho de telefone celular pode ser levado, mas deve estar desligado e ser guardado dentro do envelope porta-objetos, lacrado e identificado até que o participante saia definitivamente do local de provas. Se o aparelho emitir qualquer som, o que inclui toque ou alarme, mesmo que dentro do porta-objeto, o participante será eliminado.

O edital do Enem traz essas e outras regras para quem vai fazer a prova. A leitura é indispensável para não incorrer em atitudes que levam à eliminação.

Dias do exame – As provas do Enem 2019 serão aplicadas em dois domingos, nos dias 3 e 10 de novembro. O Inep recomenda a todos que irão fazer o exame que cheguem aos locais de prova até às 12h (horário de Brasília). O exame começa às 13h30. No dia 3 de novembro, serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias. A aplicação terá 5 horas e 30 minutos de duração, contadas a partir da autorização do aplicador para o início das provas. No dia 10, as provas serão de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias, e os presentes terão 5 horas para realizar o exame.

Confira o Edital do Enem 2019.

Acesse o Sistema Enem.