Celpe-Bras 18 de Março de 2019

Inscrições abertas para o Celpe-Bras 2019 do primeiro semestre

Estrangeiros e brasileiros cuja língua materna não é a Língua Portuguesa já podem se inscrever no exame para obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) 2019/1. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) abriu as inscrições às 10h desta segunda-feira, 18 de março, e os interessados podem se inscrever até 23h59 de 28 de março, exclusivamente pelo Sistema Celpe-Bras. Deve ser considerado o Horário de Brasília (DF). As provas serão realizadas de 28 a 30 de maio em 107 postos aplicadores no Brasil e no exterior.

Durante a inscrição o participante deve escolher o país e o local onde pretende realizar as provas, de acordo com o limite de vagas disponibilizadas por posto. Não é permitido realizar o Exame em local diferente do escolhido na inscrição. O Edital do Celpe-Bras, em seu anexo 1, tem a relação de todos os postos credenciados que realizarão o Exame neste primeiro semestre e o respectivo número de vagas. Na Página do Celpe-Bras, no Portal do Inep, estão os contatos de todos os postos. Caso o posto aplicador atinja o limite de vagas disponibilizadas, o sistema bloqueará novas inscrições.

Para fazer a inscrição, é necessário informar o número de passaporte ou documento de identificação válido no país de realização do Exame. A Política de Acessibilidade do Inep garantirá atendimento específico e especializado. A solicitação pelo atendimento e pelos recursos de acessibilidade também deve ser feita durante a inscrição, mediante inclusão de documentos comprobatórios.

O participante deverá pagar a taxa de inscrição, até 29 de março, seguindo as orientações do posto aplicador, que estabelece a cobrança e o valor. A taxa de inscrição, entretanto, não pode ultrapassar o valor de R$ 200, nos postos credenciados no Brasil; e de USD 100, nos postos do exterior. É responsabilidade do participante verificar a situação da sua inscrição pelo Sistema Celpe-Bras. Após a homologação da inscrição o próprio posto aplicador agendará o dia e horário da Parte Oral da Prova.

Estrutura do Exame – O Celpe-Bras é composto de Parte Escrita e Parte Oral. A Parte Escrita, que será aplicada a todos os participantes na manhã de 28 de maio, tem quatro tarefas de produção textual que abrangem mais de um componente ou habilidade de uso da Língua Portuguesa e que exigem do participante registro escrito em Língua Portuguesa, a partir de insumos diversificados (vídeo, áudio e texto escrito). A Parte Escrita tem duração de três horas. A Parte Oral, que será agendada entre os dias 28 (vespertino) e 30 de maio, consiste em uma interação face a face entre o participante e o avaliador-interlocutor, com duração de 20 minutos.

A interação consiste em uma conversa planejada a partir das informações registradas pelo participante na inscrição e em três momentos de conversas sobre textos de variados gêneros que mesclam linguagem verbal e não verbal, denominadas Elementos Provocadores. O Portal do Inep disponibiliza todas as provas do Celpe-Bras já aplicadas, assim como os insumos e elementos provocadores. Vídeos e áudios podem ser acessados pelo Canal do Inep no YouTube.

Para obter a certificação de proficiência em Língua Portuguesa o participante deverá alcançar, pelo menos, o nível intermediário nas duas Partes do Exame. Caso seu desempenho seja diferente nas duas partes, prevalecerá o menor resultado. De acordo com a pontuação obtida, o participante será classificado nos seguintes níveis de proficiência: avançado superior, avançado, intermediário superior, intermediário, sem certificação. O resultado está previsto para agosto de 2019.

Celpe-Bras – O exame para obtenção de Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (Celpe-Bras) é aplicado no Brasil e em outros países com o objetivo de fornecer o certificado brasileiro oficial de proficiência em português como língua estrangeira. O Inep é responsável pela aplicação, com apoio do Ministério da Educação e em parceria com o Ministério das Relações Exteriores. As provas são realizadas em postos aplicadores: instituições de ensino superior no Brasil e no exterior, representações diplomáticas e missões consulares do Brasil no exterior, centros e institutos culturais brasileiros e estrangeiros e instituições congêneres interessadas na promoção e na difusão da Língua Portuguesa.