Encceja 20 de Agosto de 2019

Domingo, 25 de agosto, tem prova do Encceja; confira dicas para a redação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) relembra que o dia das provas do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) está chegando: será domingo, 25 de agosto. É hora de prestar atenção nos detalhes para não perder a data correta da prova. A redação é um dos itens cobrados de todos os participantes do exame. O Inep reforça algumas atitudes obrigatórias para não perder pontos na redação, que deverá ser elaborada no período da tarde, tanto para quem busca a certificação do ensino fundamental quanto para a do ensino médio.

Conforme prevê o edital do Encceja, a redação vale 10 pontos. O participante só estará habilitado para a certificação se tirar, no mínimo, 5 pontos neste item. Se a nota da redação for 4 ou menos, o participante não terá cumprido um dos requisitos obrigatórios para conseguir o certificado do ensino fundamental ou do ensino médio. O Inep relembra outro ponto importante. Para estar apto à certificação, nas áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, no caso do ensino médio, e em Língua Estrangeira Moderna, Artes e Educação Física, no ensino fundamental, o participante deverá atingir duas notas mínimas ao mesmo tempo: pelo menos 100 pontos na prova objetiva e o mínimo de 5 pontos na prova de redação em uma mesma edição do exame.

Folha de Redação – Em primeiro lugar, só serão corrigidos os textos que forem escritos com caneta esferográfica de tinta preta na Folha de Redação, com, no mínimo, cinco linhas. A Folha de Redação sem texto escrito ou com apenas quatro linhas (qualquer que seja o conteúdo) será considerada folha em branco, ou seja, a nota será zero. Também é proibido escrever qualquer palavra, texto, esboço, desenho ou rasura fora do espaço delimitado para a redação. Sobre o conteúdo da redação, o participante deve escrever acerca do tema proposto e obedecer à tipologia textual, neste caso, texto dissertativo-argumentativo. Se o conteúdo não atender às orientações, o participante recebe nota zero na redação. O número máximo de linhas para o ensino fundamental é 25 e para o ensino médio, 30.

Correção – De acordo com o edital do Encceja, a nota da redação poderá ser dada por até três profissionais, os chamados corretores. Em princípio, dois corretores corrigem a redação, sem que um conheça a nota dada pelo outro. Caso a diferença entre as duas notas seja superior a 4 pontos, a redação passa por uma terceira correção, que será a soberana, ou seja, a nota que vai ser considerada no exame. Se a diferença for menor que 4 pontos, a nota será a média das duas primeiras avaliações. Por exemplo, se as notas forem 6 e 9, a redação receberá nota final de 7,5 pontos.

Só um último lembrete. Para os participantes que têm o hábito de escrever com letra de forma, um cuidado é importante: é preciso diferenciar as letras maiúsculas das minúsculas.

Encceja – O Inep é responsável pela aplicação do Encceja, no Brasil e no exterior, desde 2002. O exame visa aferir competências, habilidades e saberes de jovens e adultos que não concluíram o ensino fundamental ou o ensino médio na idade adequada. Em 2019, as provas serão em 25 de agosto.

Leia o edital do Encceja

Saiba mais sobre o exame